terça-feira, 9 de novembro de 2010

PUBLICAÇÃO DO ARTIGO NA RAC - REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO CONTEMPORRÂNEA

Finalmente foi publicado o artigo "Empreendedorismo, Competitividade e Crescimento Econômico: Evidências Empíricas" na revista RAC - Revista de Administração Contemporrânea, classificada pelo sistema Qualis/CAPES com o conceito "B1". O objetivo deste estudo é analisar a taxa de empreendedorismo total, medida pelo GEM, avaliando-se quais as variáveis que possuem maior relevância na explicação do empreendedorismo. A pesquisa investigou, em caráter exploratório, a influência da renda per capita e de variáveis macroeconômicas e microeconômicas definidas no Global Competitiveness Index [GCI] na Taxa de Empreendedorismo Total dos países pesquisados pelo GEM. Para atingir tal fim, essa pesquisa utilizou uma amostra de 64 países, com dados transversais referentes ao ano de 2007; foram construídos dois modelos econométricos, utilizando-se, na estimativa das equações, o Método de Mínimos Quadrados. Os resultados encontrados indicam que a relação entre empreendedorismo e níveis de renda segue o padrão da curva U. Por outro lado, embora vários autores identifiquem que fatores de competitividade são importantes para o desenvolvimento do empreendedorismo, a pesquisa não chegou à mesma conclusão. O estudo aponta que esses aspectos parecem atuar em direção contrária à promoção do empreendedorismo nos países menos ricos, e de maneira insignificante nos países mais ricos. O download do artigo pode ser obtido no seguinte link: http://www.anpad.org.br/periodicos/arq_pdf/a_1137.pdf

domingo, 10 de outubro de 2010

Artigo apresentado no EnANPAD 2010 selecionado no "Fast-Track"

O artigo "Capital Humano, Empreendedorismo e Desenvolvimento Econômico: Evidências Empíricas nos Municípios do Ceará" feito em co-autoria com os colegas Heber Moura e Áurio Leocádio foi selecionado dentre os 10% melhores trabalhos apresentados no EnANPAD 2010. Na prática, nosso artigo deverá ser indicado para publicação em periódico de alto impacto, conforme estipula a ANPAD. Trata-se de uma iniciativa que é conhecida como “fast-track da ANPAD”, que selecionou neste ano 82 artigos.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

PROGRAMA DE ATRAÇÃO DE INVESTIMENTO FOI APRESENTADO AS AUTORIDADES EM BARBALHA


Caros,
Vejam a informação publicada no site da Prefeitura Municipal de Barbalha: http://barbalha.ce.gov.br/v2/index.php?idnoticia=439 referente a apresentação que fizemos nesta cidade dos resultados finais do Programa de Atração de Investimentos.
Um abraço
Eduardo
"Aconteceu na manhã de quinta-feira 20 de agosto, no Cine Teatro Municipal o lançamento do Programa de Atração de Investimentos. O evento contou com as presenças do prefeito municipal José Leite, dos secretários municipais, empresários, representantes de clubes de serviços, representantes das associações comunitárias, vereadores, Daniel Cordeiro de Sá Barreto e Maria Ednalda além de comerciantes locais.

O objetivo do evento foi apresentar os resultados de um estudo feito através da ACEP-Associação Cearense de Pesquisa/Banco do Nordeste e Prefeitura municipal onde foi elaborado todo um diagnóstico do município, das potencialidades e de seu desenvolvimento além das diretrizes em parâmetros para aplicação de uma política de investimento. Primeiro foi feito um diagnóstico de que setores da atividade econômica do que seria mais potencialmente atrativo para Barbalha, contemplando também alguns parâmetros de restrições dos investimentos que não fossem atrativos para o município.

Para a secretária do Desenvolvimento Econômico do município, Efigênia Mendes Garcia, este projeto é muito importante porque nele vai estar destacado a as potencialidades de Barbalha. “Sabemos que nós temos uma demanda reprimida de projetos de empresas para serem instaladas no município, e este projeto apresentado já é um ponta pé inicial para conseguirmos este objetivo, que é atrair investimentos”. Disse.

Segundo o Dr. Professor Raimundo Eduardo Silveira Fontenele que é efetivo do Departamento de Economia Aplicada da UFC - Universidade Federal do Ceará, diante desses parâmetros, o documento é muito mais do que pode ser feito, mas também, ele faz o balizamento da parte operacional do projeto.

“Nós sabemos da realidade hoje de Barbalha, do seu desenvolvimento que é natural decorrente das muitas empresas e indústrias que estão chegando, mas, eu acho que com uma política de atração de investimentos, este salto de qualidade em termo de desenvolvimento pode ser mais rápido, porque pode definir prioritariamente que setores gerarão mais empregos, mais renda para o município”. Disse o Dr. Raimundo Eduardo Silveira.

Foi entregue um documento a comunidade organizada presente, que este será debatido com a Câmara de vereadores, representantes da sociedade civil e público que vão definir melhor este direcionamento. E na oportunidade será criado um conselho, votar a Lei de atração de investimentos para o município.

A empresária Maria Susete Luna, presidente da CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas, disse que ver este projeto como um bom desenvolvimento para Barbalha, como oportunidade que estão surgindo no município. “Nós barbalhenses temos que dá apoio a este tipo de projetos que estão aparecendo em Barbalha, porque eles só vêm beneficiar a comunidade barbalhense. Novas indústrias aqui chegando é uma benção, porque vão gerar emprego e renda e melhora o comercio”.

“Eu achei excelente a iniciativa do município de Barbalha, estou parabenizando o Executivo municipal porque eu acredito que só possível o crescimento de forma estruturada e organizada. Então este programa de incentivo para a atração de indústrias, é o ponta pé básico para se atrair investimentos, que possam realmente gerar frutos para o município”. Samara Mendonça ainda acrescentou: “Eu acredito que este programa além de beneficiar as indústrias locais, atrair investimentos do Brasil como um todo, quem sabe até investimentos internacionais”. Foi que disse a Samara Mendonça, representante da EBM Consultoria e é Administradora de Empresas.

O prefeito José Leite disse que está fazendo um planejamento estratégico para o município de Barbalha. “Não só para dois, quatro oito anos, mas para um período de até vinte anos. Estamos levantando todas as potencialidades onde continua sendo feito este diagnóstico do município e mostrando as oportunidades, as potencialidades que existem em Barbalha, e isso em parceria com o Banco do Nordeste que contratou os técnicos e doutores em economia da ACEP que fizeram todo este trabalho”. O prefeito José continuou dizendo que: “Este trabalho será condensado em livro, que vai ser o programa de atração de investimentos, não só com o diagnóstico do município mas, oferecendo um direcionamento de um programa de incentivo, onde possa ter todo um levantamento, e mostrando o que se pode oferecer para os empresários que queiram vir se instalar em Barbalha, ou aqueles potenciais empresários, que já existem aqui no município que queiram também, crescer e ampliar seus negócios”.

José Leite ainda afirmou que são uma série de incisivos, não só de imobiliário de terrenos mais na parte de redução de impostos que façam com que os empresários ampliem seus negócios se instalando no município de Barbalha e a partir daí, teremos o que é mais importante para o município, que é a geração de emprego e renda com o aumento de empregos, e a produção industrial da cidade gerando recursos do ICMS (O Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços) fazendo com que a economia possa girar no sentido correto, ou seja, no circulo virtuoso onde o empreendimento chega empregando mais pessoas, e essas pessoas terá um poder aquisitivo, passam a comprar mais e comprando mais a cidade cresce, então é esse direcionamento que estamos dando para o município de Barbalha".

sábado, 21 de agosto de 2010

Homenagem a Marc Chervel

Talvez pouca gente sabe, mas Marc Chervel foi meu orientador na tese de doutorado. Este homem, falecido em dezembro de 2004, foi o criador do Método de Efeitos, uma alternativa francesa de avaliação econômica de projetos. Formado pela École Polytechnique, ele, juntamente com outros economistas franceses, desenvolveu, utilizando esse método, vastos programas de desenvolvimento de vários países africanos, na Ásia e também na América Latina. Na época de nosso doutorado, tive a oportunidade de compartilhar de sua amizade, de suas orientações, em reuniões constantes em seu pequeno escritório no endereço: 6, rue Jacob, próximo a igreja Saint Germain des Près. Marc foi não apenas importante em minha formação "técnica", mas sobretudo me influenciou na sua maneira de pensar em relação à pesquisa científica, contrária ao modelo individualista e puramente acadêmico, que se distancia da realidade do mundo. Costumeiramente, de uma maneira intuitiva, me vejo adotando o mesmo procedimento analítico na resolução de problemas de pesquisa, bem como repassando essa "démarche" aos mais jovens. Marc foi um exemplo de perseverança contra as ideias dominantes do pensamento neoclássico nos métodos de avaliação econômica de projetos. Ainda lhe devo uma tarefa que ele sempre tentou junto aos colegas de vários países espalhados pelo mundo, que é de tornar mais conhecido o "Método dos Efeitos", não apenas em sala de aula, mas também aplicando em projetos de desenvolvimento pelo país. Como bem falou seu colega Michel Levante no artigo do principal jornal francês "Le Monde": "C'était un homme courageux qui alliait la plus grande gentillesse à la plus extrême rigueur. Pour beaucoup d'entre nous, il aura été une sentinelle morale". Para conhecê-lo melhor, veja o site: http://fr.wikipedia.org/wiki/Marc_Chervel
ou ainda: http://www.marc-chervel.fr/

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Estratégia no Novo Cenário Internacional nos Países de Língua Portuguesa


A Universidade de Fortaleza promove, nos dias 11, 12 e 13 de novembro deste ano, o III Elbe/Slade Brasil. Os encontros - Luso Brasileiro de Estratégia e Sociedade Latino-americana de Estratégia/Seção Brasil - atuam concomitantemente, a cada dois anos, visando contribuir com a integração e o desenvolvimento de regiões e países de língua portuguesa.
Com o tema “Estratégia no Novo Cenário Internacional, na Visão dos Países de Língua Portuguesa”, a previsão é de que, este ano, o III Elbe/Slade Brasil alcance um público estimado em 300 participantes - entre estudantes e professores de cursos lato e stricto sensu, editores de revistas científicas, empresários e gestores e executivos de entidades públicas e privadas -, além de 120 trabalhos científicos para apresentação.
São dez áreas para submissão de trabalhos no campo da estratégia: Teoria Estratégica; Cenários, Planejamento e Gestão Estratégica; Estratégia e Instituições; Estratégia Competitiva e Cooperativa; Gestão Internacional; Empreendedorismo; Estratégia e Sustentabilidade Sócio-ambiental, Ética e Responsabilidade Social; Governança Estratégica; Governo, Ações de Não-Mercado e Perspectivas Críticas; Tópicos Livres de Estratégia.

Para participar, submeta seu trabalho por meio do endereço http://www.elbeslade2010.com, seguindo os critérios exigidos. O prazo vai até meia-noite de 15 de agosto de 2010.

O III Elbe/Slade Brasil tem como apoios institucionais: Conselho das Câmeras Portuguesas de Comércio no Brasil, USP, Uninove, ISCTE - Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, Unisul e Univali. Além dos patrocínios do Banco do Nordeste, Funcap e Capes.

Mais informações:
Unifor - Programa de Pós-Graduação em Administração
(85) 3477 3291
http://www.elbeslade2010.com/

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Enanpad - 2010

Exatamente um ano depois de comemorar (ver postagem de 9 de julho de 2009) a aprovação de um artigo no EnANPAD de 2009, é com satisfação que obtive notícia novamente do êxito na submissão de um outro artigo intitulado "Capital Humano, Empreendedorismo e Desenvolvimento Econômico: Evidências Empíricas nos Municípios do Ceará", o qual deverá ser apresentado no XXXIV Encontro da ANPAD - EnANPAD entre os dias 25 a 29 de setembro no Rio de Janeiro. O artigo foi feito em parceria com os colegas Heber Moura e Áurio Leocádio. Trata-se de um avanço nas pesquisas recentes que venho desenvolvendo sobre as relações entre empreendedorismo e desenvolvimento econômico, utilizando indicadores macroeconômicos. No ano passado, já havia apresentado no EnANPAD, realizado em São Paulo, o artigo "Empreendedorismo, Competitividade e Crescimento Econômico: Algumas Evidências Empíricas". A seguir, um breve resumo do artigo. Após uma revisão de literatura sobre capital humano, empreendedorismo e crescimento, o artigo fez uma investigação empírica para analisar os determinantes do desenvolvimento econômico desse estado. Para o estudo, reuniu-se uma base de dados de indicadores sociais, demográficos, econômicos e de infra-estrutura de todos os 184 municípios cearenses, a partir de dados secundários fornecidos pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE) e pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e realizaram-se três técnicas de análise para confirmar as hipóteses formuladas com base na literatura publicada: análise fatorial, análise de regressão e modelo de equações estruturais. A primeira parte do estudo consistiu na estimação do índice de capital humano para cada um dos municípios do Estado do Ceará. Em seguida, na análise de regressão buscou-se conhecer o efeito do capital humano e do empreendedorismo sobre o crescimento e o desenvolvimento econômico, obtendo-se duas regressões stepwise. Os resultados das análises reforçam a hipótese de que a capacidade empreendedora neste Estado tem consistido apenas em mais uma alternativa de trabalho e não como uma contribuição para o desenvolvimento e crescimento econômicos. Entretanto, o capital humano é relevante tanto para explicar o crescimento como o desenvolvimento econômico, tal como obtiveram os trabalhos de Oliveira Silva (2006), Oliveira (2005), Barreto & Almeida (2009) e Lima et al (2008). Tendo por objetivo a integração dos construtos do estudo e análise de suas relações, utilizou-se a Modelagem de Equações Estruturais, fazendo-se uso da técnica de Bootstrapping para verificação do modelo. Desta forma, o modelo estrutural integrou os construtos capital humano e empreendedorismo com crescimento econômico e desenvolvimento econômico. Os dados obtidos no modelo estão coerentes com os resultados da análise de regressão múltipla realizada, confirmando a existência de relação do capital humano com o crescimento econômico e o Desenvolvimento municipal, além de inexistência de relação estatisticamente significante entre a taxa de empreendedorismo com o crescimento econômico e o Desenvolvimento municipal.

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Lançamento do "O Brasil em Todas as Copas" de Airton Silveira Fontenele

Momentos que antecedem as copas do mundo de futebol, desde 1986, sempre é motivo para celebrar a publicação do livro de Airton Fontenele, no caso aquele que me colocou neste mundo. Ontem, no BNB-Clube, com a presença de mais de 300 pessoas, ocorreu o lançamento do seu 6º livro, "O Brasil em Todas as Copas", cuja publicação teve o patrocínio do Banco do Nordeste do Brasil. Falar do livro e de meu pai não se pode deixar de ser influenciado pela emoção, razão pela qual coloco o que foi escrito no blog do Prof. Evaldo Lima (http://evaldolima.blogspot.com) "Airton Fontenele é um homem apaixonado por futebol, especialmente Copa do Mundo.Sabe que nada de grandioso é feito sem paixão.
Dono de uma grande capacidade de trabalho, Airton lançou quatro livros, publicou mais de dois mil artigos na imprensa e é fonte de pesquisa indispensável para quem quer entender o futebol, dentro e fora das quatro linhas.
Eu me sinto imensamente fascinado pelo rigor da pesquisa que motiva este cearense na tarefa de preservar a história do futebol, um dos maiores patrimônios culturais do Brasil, fenômeno social e critério de identificação nacional.
Membro da crônica esportiva desde 1947, a partir de convite do grande Blanchard Girão, Airton Fontenele é um referencial sobre a história do futebol no Brasil e no Mundo. Em ano de Copa do Mundo, nos brinda com mais uma publicação sobre a Seleção Brasileira, expressão maior da paixão que nós, brasileiros, nutrimos pelo futebol: “O Brasil em todas as Copas: 1930-2010.”
As maiores jogadas e craques de todos os tempos têm lugar cativo nos livros e acervo de Airton Fontenele. Na “Sala João Saldanha”, montada na residência do pesquisador em 1996, é possível realizar uma mágica viagem pela história do esporte mais popular do mundo.
A pequena sala, cujo nome rende homenagem ao saudoso “João Sem Medo”, é um templo onde se reverencia os craques do passado e do presente.
Airton conhece muito, possui saber enciclopédico. Contudo, parece-me que sua maior característica é a comovente gentileza no trato pessoal, traço de quem é feliz consigo mesmo e generoso com a humanidade
Em nome de todo o segmento esportivo, deixo aqui o meu sincero agradecimento a este incansável pesquisador, que ao longo de décadas vem acumulando para as futuras gerações um patrimônio de valor inestimável: a preservação da nossa história futebolística . Mais uma vez, obrigado Mestre !"
video

segunda-feira, 15 de março de 2010

PUBLICAÇÃO DO ARTIGO "ESTIMATIVA DA DEMANDA DE ÁGUA RESIDENCIAL URBANA NO ESTADO DO CEARÁ"

Finalmente foi publicado o artigo "ESTIMATIVA DA DEMANDA DE ÁGUA RESIDENCIAL URBANA NO ESTADO DO CEARÁ" na revista Organizações Rurais e Agroindustriais,
classificada pelo sistema Qualis/CAPES com o conceito "B2". O artigo foi resultado de uma pesquisa mais ampla, realizada para a CAGECE - Companhia de Abastecimento d'Água do Estado do Ceará", onde determinou-se uma função da demanda residencial por água no estado do Ceará, segmentando-a por áreas geográficas. No total, 1.437 domicílios foram pesquisados. Em termos pragmáticos, constatou-se que a demanda apresentou uma elasticidade renda muito baixa e, assim, um aumento da renda acarretaria apenas um pequeno acréscimo no consumo de água por pessoa. Para todos os casos, a demanda é inelástica em relação ao preço, o que é de se esperar, pois o produto em análise tem tal característica. Seu valor absoluto ficou em torno de 0,31, o que indica a magnitude de reação da quantidade demandada quando houver uma elevação da tarifa. Essa constatação impõe um limite para a elevação de tarifas, sem que haja redução significativa no consumo de água. O download do artigo pode ser obtido no seguinte link: